“Nunca tinha visto nada tão bonito em todos os anos que trabalho aqui.” A frase da feirante Leonilda Maia Pereira, 55 anos, que comanda há 25 anos uma banca de frutas e hortaliças no Mercado Municipal de Curitiba, resume bem as reações de comerciantes e do público que acompanharam no local, neste sábado (5/8), ao flashmob do Grupo de Ópera Comunitária da Fundação Cultural de Curitiba. O inusitado espetáculo relâmpago, com os artistas vestidos com roupas de feirantes, faz parte da programação de 59 anos do tradicional espaço da Prefeitura.

A apresentação lírica começou com os 14 artistas saindo, de vários pontos do Mercado, em direção à Praça de Convivência. “Eu estava em uma banca, comprando frutas e verduras, quando a moça ao meu lado começou a cantar ópera. Foi tão lindo. Venho sempre aqui e nunca tinha presenciado a algo tão surpreendente”, contou a aposentada Tereza Alves, 68 anos. Na sequência, o grupo interpretou canções de óperas famosas como Flauta Mágica (Mozart), Barbeiro de Sevilha (Rossini), Gianni Schichi (Puccini) e Don Giovanni (Mozart).

Bem no clima de celebração do aniversário do Mercado Municipal, a primeira ária cantada foi “Brindisi” (Brinde), de La Traviata. “Escolhemos este trecho da consagrada ópera de Giuseppe Verdi, realmente, para homenagear este espaço tão importante para os curitibanos”, contou o maestro Ivan Moraes, que regeu a apresentação lírica. Uma das canções mais aplaudidas foi O Mio Babbino Caro, da ópera Gianni Schichi, de Puccini. “Sou descendentes de italianos e essa canção faz parte da minha infância”, recordou o engenheiro civil Francisco Lazarini, 68 anos, que todo sábado faz compras no espaço administrado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab).

Programação

O flashmob do Grupo de Ópera Comunitária da Fundação Cultural de Curitiba faz parte da programação de aniversário do Mercado Municipal, que ocorre até o fim de agosto. Também neste sábado houve uma apresentação de tango no Espaço Arena.

Nos dias 11 e 12 de agosto, será promovido o 6º Curitiba Expovinhos, que irá reunir produtores de mais de 500 rótulos de 15 países. O evento, pago, terá aulas-show, harmonização com queijos e degustação de doces e vinhos, das 16h às 21h (sexta) e das 12h às 18h (sábado). No dia 13, Dia dos Pais, ocorrerá uma Exposição de Fuscas Antigos, durante todo o dia. Serão 11 modelos dentro do Mercado e na calçado da Avenida Sete de Setembro.

Para encerrar as comemorações dos 59 anos, no dia 27, está programado o 2º Passeio Ciclístico do Mercado Municipal de Curitiba, com saída do calçadão da Avenida Sete de Setembro, às 9h30 (concentração e inscrições irão ocorrer, no local, às 8h35).

O secretário municipal de agricultura e abastecimento, Luiz Gusi, destaca que também neste mês foi lançado o Calendário de Eventos 2017/2018 do Mercado denominado A Caminho dos 60 Anos, que vai até agosto de 2018. De acordo com ele, a gastronomia, a etnia, o agronegócio e os produtos regionais têm destaque no calendário de eventos do espaço da Prefeitura. “A ideia é termos uma programação que seja autossustentável e que aumente o fluxo de consumidores, hoje estimado em 3,1 milhões anualmente”, lembrou o secretário.

Serviço
Confira o Calendário 2017/2018 do Mercado Municipal Rumo aos 60 anos:

Agosto – Comemoração dos 59 anos. De 2 a 27/8

Outubro – Dia das Crianças e 6ª Cacharitiba. De 5 a 16/10

Novembro – Feira Sabores de Curitiba. De 9 a 13/11

Dezembro – Natal no Mercado. De 23/11 a 24/12

Janeiro – Cervejas Artesanais. Data a definir

Março – Pescados – Nutrição e Saúde. Data a definir

Junho – Festival de Etnias do PR. Data a definir

Julho – 7º Expovinhos e 1ª Mostra de Queijos. Data a definir

Agosto – 60 anos do Mercado Municipal. Todo o mês.

COMPARTILHE