Thiago Santos abriu caminho para a vitória do Tricolor.
Foto: Geraldo Bubniack

A noite desta quarta-feira (07) ficou marcada pela disputa do Para-Tiba 100. No estádio Durival Britto e Silva, o Coritiba acabou perdendo para o time da casa por 2 a 0. A partida foi válida pela segunda rodada da Taça Caio Junior, do Campeonato Paranaense.

O primeiro tempo foi de muita marcação para os dois lados e o placar foi para o intervalo zerado. No entanto, no segundo tempo, o time da casa foi para cima e abriu o placar. O Coxa ainda mandou uma bola na trave com João Paulo, que poderia ter sido o empate da partida, mas sofreu o segundo gol no quase no apito final.

“No primeiro tempo fizemos um bom jogo, poderíamos ter saído na frente. Depois tomamos um gol de bola parada, o que tem sido um problema para nós. Aí o jogo ficou mais difícil para nós. Fizemos algumas modificações para tentar conseguir agredir mais, chegar mais. Mas nós estamos pecando muito nessa última bola, no último passe”, analisou o treinador Sandro Forner, no fim da partida.

O jogo

O Coritiba foi a campo com atletas que vinham atuando com mais frequência, com Wilson, Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio, Léo Andrade, João Paulo, Julio Rusch, Thiago Lopes, Iago Dias, Guilherme Parede e Alecsandro.

O jogo começou com as duas equipes com marcação cerrada. Aos poucos o time da casa começou a tomar a iniciativa, fazendo o time coxa-branca trabalhar mais no campo de defesa. Aos seis minutos, Wilson defendeu o chute de Jhonny Lucas na primeira oportunidade da partida.

O Coxa ainda teve chance com Julio Rusch arriscando de longe, e pouco depois com Gulherme Parede, mas sem sucesso. Com muita dificuldade para sair para o jogo, o Coritiba não conseguia criar muitas chances claras de gol, buscando os contra-ataques. As duas equipes iam se anulando em campo, sem permitir grandes chegadas.

O melhor lance da primeira etapa foi mesmo do Paraná Clube, após cruzamento de Vitor Feijão, Wilson defendeu de maneira espetacular, salvando o Coxa, já no finalzinho do primeiro tempo.

Na etapa complementar, logo aos dois minutos, Julio Rusch deu um belo passe em profundidade para Guilherme Parede que passou para Thiago Lopes, mas a finalização saiu fraca. Então, aos cinco minutos, o Paraná Clube acabou abrindo o placar com Thiago Santos após cobrança de escanteio.

Atrás no placar, o Coritiba precisou se reinventar em campo indo para cima, mas parava na forte marcação do Paraná. Sandro Forner promoveu a entrada de Kady no lugar de Thiago Lopes e de Alvarenga na vaga de Guilherme Parede.

O Coxa tentava chegar de qualquer maneira, mas não encontrava espaço para chegar ao gol de empate. O Paraná saia nos contra-ataques dando trabalho ao goleiro Wilson. Aos 35’, a torcida coxa-banca lamentou muito. Isso porque João Paulo bateu de fora da área, uma bola que parecia ter endereço certeiro. Mas o tiro bateu no travessão, para lamentação da nação alviverde, pois a bola insistia em não entrar.

A última substituição no Coritiba foi a entrada de Yan Sasse no lugar de Iago Dias. Já no final da partida, o Paraná ficou com um a menos em campo. Isso porque Zezinho, que havia acabado de entrar, acertou Thalisson Kelven no rosto e foi expulso da partida.

No entanto, em uma bobeada da defesa alviverde, o Paraná Clube acabou fazendo o segundo gol já no fim da partida em um contra-ataque com Diego mandando para o gol.

Próximo jogo

O Coritiba agora enfrenta o Foz do Iguaçu, no domingo (11), no Couto Pereira. O jogo começa às 17h, e antes disso, terá o jogo preliminar do futebol feminino, entre Foz Cataratas/Coritiba e Imperial.