Paranaense Thiago Wild, de 18 anos

O Brasil ainda segue firme em busca de um título no US Open. Nesta sexta-feira, o paranaense Thiago Wild, de 18 anos, chegou às semifinais da chave de juniores ao vencer o japonês Taisei Ichikawa por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (3) e 6/4, em apenas 1h22 de confronto. Com a campanha, Wild se torna o primeiro tenista brasileiro a atingir uma semifinal de simples nos juniores do US Open.

Fato curioso é que Wild precisou jogar duas partidas nesta sexta-feira. O brasileiro disputava a partida de oitavas contra o britânico Aidan McHugh na quinta, quando teve o confronto interrompido pelo risco de raios após o primeiro set. Ele, no entanto, voltou firme e conseguiu a vitória com certa tranquilidade, em 6/4 e 6/1. Pouco mais de uma hora depois, ele voltou à quadra para disputar as quartas de final.

– Nunca vi jogo parar por causa de raio. Demorou para chover, mas é protocolo do torneio. Jogar o mesmo jogo no outro dia é sempre muito diferente. É bem raro de jogar dois jogos num dia, com pouco intervalo. Tive uma hora e pouco entre os dois. Consegui manter o ritmo, isso fez bastante diferença – disse Wild em entrevista ao SporTV.

Na semifinal, que acontece neste sábado, Thiago Wild terá um grande desafio pela frente, quando encara o atual número 1 juvenil, o taiwanês Chun Hsin Tseng, que foi campeão da categoria em Roland Garros e Wimbledon. Os dois atuaram juntos na chave de duplas, mas caíram logo na estreia da competição.

– Ele era meu parceiro de dupla, a gente jogou bem mal. Vai ser difícil, ele é um jogador muito sólido. Mas, estou bem, acho que tenho boas condições de ganhar aqui – afirmou.

COMPARTILHE