Com um gol nos últimos minutos, o Rio Branco-PR arrancou um empate em 1 a 1 com o Coritiba, pela quarta rodada do Paranaense. A partida no Couto Pereira teve o Coritiba dominando por todo o jogo, mas abusando de erros e de oportunidades desperdiçadas. Mas com Rodrigão em ótima forma, o Coritiba marcou ainda no primeiro tempo. O jogo seguiu com domínio alviverde e poderia ter aumentado quando o Rio Branco-PR perdeu um jogador. Mas aos 44 minutos, uma jogada, a primeira em que Muralha foi acionado, terminou com gol de Paulo Henrique e comemoração total do time da Estradinha, que segue na briga pela classificação.

Primeiro tempo

O Coritiba resolveu passar por cima dos problemcas técnicos e foi na base da vontade. Logo no primeiro minuto, a presença de Rodrigão demonstrou que seria no abafa, quando o atacante assustou o goleirio RAvel, que entregou no pé de Welinton Junior. Ele perdeu a oportunidade, mas Rodrigão não. Na primeira bola recebida, ele mandou para as redes abrinco o placar aos 15 minutos de jogo. A partida não deixou de ser movimentada, com os dois times errando bastante, mas o Coritiba aproveitando mais as oportunidades e testando o goleiro Ravel. Muralha apenas assistiu a partida.

Segundo tempo

O jogo seguiu no mesmo ritmo do primeiro tempo. Os dois times mostravam dificuldade em armar jogadas, mas o Coritiba tinha a velocidade de seus jogadores para assustar. Juan Alano cansou de desperdiçar com chutes para fora do gol em grandes oportunidades, enquanto o Rio Branco-PR tentava apenas com Wellissol, que abusava das jogadas individuais e não conseguiu finalizar nenhuma. O Coritiba ainda teve um gol anulado, que nasceu de uma mão na bola de Sabino e perdeu a oportunidade com Welinton Junior, que saiu na frente da marcação, mas caiu na meia lua. O árbitro deu falta, e o goleiro Ravel mostrou que é bom de defesa. Tirou dois chutes à queima-roupa, que parece ter incendiado o Rio Branco-PR. Ou, pelo menos, deu uma chance a mais, que resultou na cabeçada de Paulo Henrique e o empate E o Muralha?

O goleiro do Coritiba poderia ter passado despercebido do jogo todo. Não foi acionado durante quase todo o jogo. No fim da partida, apareceu em uma defesa de finalização do Foz e foi apenas passageiro no gol do Rio Branco-PRPróximos jogos

O Coritiba volta a campo pela última rodada da fase de grupos no domingo, às 16 horas. A partida é contra o Paraná, no estádio do Pinhão. No mesmo horário e diam, o Rio Branco-PR recebe o Cianorte, na Estradinha