Um bebê morreu nesta quinta-feira (30) depois de ser levado por uma enxurrada em Guarapuava, região central do Paraná, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Segundo o Instituto Médico-Legal (IML) da cidade, a criança era um menino de oito meses.

Os bombeiros disseram que o muro que servia de parede para a casa dele caiu e, então, a enxurrada levou o bebê até o pátio da residência. Até a publicação desta reportagem, a causa da morte ainda não tinha sido informada – se foi por trauma ou por afogamento.

A chuva começou a cair por volta da 0h. Até as 8h30, 200 casas tinham sido danificadas pela chuva, conforme o Corpo de Bombeiros.

A estimativa dos bombeiros é de que cerca de mil pessoas tiveram problemas por causa do temporal.

De acordo com o meteorologista do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) Marco Antonio Jusevicios, choveu em várias cidades do estado. Em Guarapuava, houve uma tempestade isolada na área urbana.

O registro foi de 41 milímetros de chuva, sendo que 30 milímetros caíram em 15 minutos. Foi um dos maiores níveis de chuva no Paraná, segundo o meteorologista.