Feriado com tempo bom pede atividades ao ar livre. Veja algumas opções em Curitiba, Na imagem, Linha Turismo. Curitiba,10/04/2018. Foto: Luiz Costa/SMCS

Curitiba sedia de terça (16/7) até sexta-feira (19/7), no Complexo Imap Barigui, mais um evento do grupo internacional BRICS, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A cidade já foi sede do encontro dos sherpas (encarregados de alto nível) do grupo em março deste ano. Agora, conecta especialistas aduaneiros dos cinco países.

A reunião desta semana é organizada pela Receita Federal em conjunto com a Prefeitura de Curitiba e é mais uma fase preparatória para a 11ª Reunião de Cúpula do BRICS, que acontecerá em Brasília, nos dias 13 e 14 de novembro.

“O objetivo do encontro é melhorar o desempenho das aduanas em termos de agilidade, previsibilidade das normas, o que proporcionará o fluxo comercial adequado entres os países membros, bem como o combate ao narcotráfico e contrabando de mercadorias” comenta Rodolpho Zannin Feijó, assessor de Relações Internacionais da Prefeitura de Curitiba.

Soja e muito mais

As relações comerciais do Brasil com os demais países do BRICS são fundamentais para a economia local.

A soja, que lidera a produção agrícola do Paraná, é o principal produto exportado aos parceiros do grupo. Representa quase 37% do que é embarcado para o resto do bloco.

Os países do BRICS são o destino de 30,7% das exportações brasileiras e 23,8% das importações nacionais vêm de Rússia, Índia, China e África do Sul. O valor dos bens comprados por esses países somou US$ 73,8 bilhões em 2018, um aumento de 30% sobre os US$ 56,4 bilhões registrados em 2017.